Wanda Arjona

No livro "Comer, Rezar, Amar", a jornalista Elizabeth Gilbert comenta sobre uma brincadeira de amigos italianos que escolhem uma palavra para definir a atmosfera da sua cidade. Assim, cada lugar teria um termo que o representaria. E cada pessoa também poderia se identificada por uma única palavra. Se fossemos definir Wanda Arjona em uma palavra, tarefa difícil, é verdade, creio que o que mais se aproximaria de sua personalidade seria Energia.
Energia, porque remete luz, coisa que esta profissional, esposa, mãe e mulher tem de sobra. Tem poder de clarear os espaços pelos quais passa como seu sorriso contagiante. Energia, pois faz referência a força, habilidade que ela demonstra no comprometimento com seu trabalho, família e amigos.
Energia que ela oferece ao dividir um dom descoberto por acaso. Não foi Wanda que descobriu sua beleza, foi justamente o contrário. O curso de cabeleireira teve início em um momento em que buscava por inovações. O incentivo veio de amigos, que desenvolviam projetos e moda e beleza, e a fizeram enxergar seu potencial. Foi assim por capricho da vida que ela ingressou em um universo capaz de transformar a vida das pessoas.
E é isso que Wanda Arjona faz todos com seu Centro de Beleza: inspira, motiva, da vida! Ao se sentir bem consigo, o ser humano consegue ser melhor com todos, com os que estão ao seu lado, como mundo. E essa é uma sementinha plantada por Wanda Arjona em cada uma de suas clientes. Os cursos, os aperfeiçoamentos, as horas e experimentações em busca de alternativas, adequadas para cada pessoa são um reflexo desta missão que foi conferida antes mesmo dela perceber que o que a motiva é o bem estar do outro.

Wanda Arjona, energia sempre!

Por Fernanda Mariano